Quarto de Casal: 7 dicas para decorar o seu

O quarto de casal é um ambiente que quanto mais aconchegante e agradável possível, melhor, ainda mais quando ele acumula algumas funções além de dormir, como trabalhar, ver TV, ler e até meditar…por isso, vale investir na decoração para que o espaço seja muito bem planejado e funcional!

Confira sete dicas imperdíveis da arquiteta Liliana Zenaro, para ter um quarto de casal aconchegante, funcional e agradável:

1. Cama: a cama é o ponto de partida do quarto, portanto faça a escolha considerando a beleza, conforto, praticidade e sua proporção dentro do espaço. Camas tipo box ou de marcenaria sob medida, são interessantes porque permitem customizar a cabeceira e adicionar um charme extra ao quarto. Além disso, oferecem a possibilidade de embutir gavetões, que aproveitam o espaço perdido e são perfeitos para guardar roupa de cama e banho;

2. Cabeceira: a parede atrás da cabeceira da cama merece um certo destaque, os painéis de madeira com iluminação podem fazer as vezes de cabeceira e ao mesmo tempo, servir de apoio para livros e quadros. Se for possível executar um nicho embutido na alvenaria, pode ser bem útil para deixar objetos à mão e criar um elemento decorativo;

3. Apoio no pé da cama: sempre que o espaço permitir, adicione um banco tipo baú na frente da cama. Ele poderá ser utilizado para guardar as almofadas e colchas decorativas usadas durante o dia, e também servirá como apoio para se calçar;

4. Mesinha lateral: também conhecida como criado-mudo ou mesinha de apoio, ela é uma peça indispensável do ponto de vista funcional, pois é perfeita para apoiar notebooks, livros, luminárias e outros objetos de decoração…por ela ser um dos focos de atenção do quarto, vale apostar em um modelo com design diferenciado. Para evitar a desarmonia entre o tamanho da cama e o criado-mudo, uma ótima alternativa é executá-lo sob medida, com gavetas ou nichos abertos, e usá-los com rodízios para ficarem mais versáteis. E dependendo do espaço disponível, é possível fazer até mesmo uma bancada de trabalho no lugar da mesinha lateral;

5. Armários: com a distribuição acertada, é hora de planejar o guarda-roupa, assim como a cama, ele ocupa  um grande espaço no quarto, por isso, invista em revestimentos e modelos leves. Portas inteiras, sem gavetas aparentes, cores claras e o uso de espelhos, são dicas certeiras para não carregar o visual. Se o espaço for apertado, prefira as portas de correr, pois ocupam menos espaço quando abertas e possuem uma profundidade maior do que os que usam portas de abrir…o ideal é calcular pelo menos 60cm livres para a passagem, medida mínima para ter conforto na circulação. Para planejar a divisão interna e perfeita do armário, faça uma relação de todas as suas peças de roupas, sapatos, bolsas e acessórios, e calcule o número de gavetas, prateleiras, cabideiros e nichos necessários para organizar tudo. Quanto maior a abertura da porta, melhor será a visualização interna do armário. Prefira gavetas com frentes transparentes, pois agilizam a localização das peças;

6. TV: para quem não dispensa uma televisão no quarto, o ideal é que ela seja colocada em um painel ou instalada diretamente na parede na frente da cama. Uma prateleira ou um rack são indicados para acomodar os equipamentos necessários e esconder os fios;

7. Iluminação: um bom projeto de iluminação é crucial para o ambiente ser ao mesmo tempo funcional e acolhedor. Se a leitura for um hábito, use luminárias com facho direcionável, e não esqueça de projetar os interruptores na entrada do quarto e na cabeceira da cama.

Home Office: 7 dicas para trabalhar confortavelmente em casa

O Home Office é cada vez mais requisitado nos projetos de decoração, hoje em dia esse espaço vai muito além de organizar assuntos pessoais, como as finanças da casa. Percebemos que o número de profissionais que optam pelo trabalho remoto está aumentando significativamente, com isso, esse ambiente precisa mesclar as funções de trabalhar à distância e ter uma qualidade de vida melhor.

O ponto principal é criar um ambiente funcional e acolhedor, longe da frieza de um escritório corporativo e mais próximo do seu estilo de vida.

Confira sete dicas perfeitas da arquiteta Liliana Zenaro, para acertar em cheio no planejamento desse ambiente:

1. Posicionamento: se sua casa tiver uma sala ou quarto que possa ser dedicado ao home office, não pense duas vezes! Assim o ambiente ficará mais funcional e isolado do dia-a-dia da família, caso contrário, escolha um canto onde possa montar uma mesa de apoio com cadeira, como a sala de TV, closet ou o próprio quarto;

2. Marcenaria: aposte em uma marcenaria planejada para guardar e manter organizados pastas e documentos. O uso de gaveteiros é perfeito para deixar tudo à mão, já as estantes abertas com nichos e prateleiras, deixam o visual mais leve e agradável, mas para isso é necessário manter tudo sempre em ordem, caso contrário, você não terá um ambiente convidativo ao trabalho;

3. Organização: abuse de acessórios para organizar papéis, cartões, canetas, agenda e deixar a mesa o mais livre possível. Ao invés de jogos padronizados para escritório, inove e use bandejas, caixas, copos e vasinhos para essas funções;

4. Iluminação: como em qualquer outro ambiente da casa, esse é um dos itens mais importantes e primordiais. O ideal é que se combine uma luz geral com outra direcionada para a área de trabalho, se o projeto permitir, use fitas de led ou spots embutidos em prateleiras ou nichos acima da bancada, ou escolha uma luminária de mesa direcionável;

5. Cadeira: a escolha de uma cadeira ergonômica é fundamental, passando muito tempo ou não nesse espaço, dê preferência a modelos giratórios com braços e regulagens de altura;

6. Tecnologia: ela deve atuar em seu favor, sendo assim, tudo o que puder ser sem fio, melhor. Se não conseguir evitar, planeje portas falsas sob a mesa de trabalho para esconder a passagem de cabos. Nada estraga mais o visual, que um amontoado de fios e tomadas à vista;

7. Cor: o uso de uma paleta suave como base, é ideal para o espaço não ficar cansativo, mas também não precisa abrir mão da cor para deixar o home office mais agradável e aconchegante. Você pode usá-la em quadros, objetos de decoração e flores, que são perfeitas para deixar o ambiente com mais vida!

Home Office: 7 dicas para trabalhar confortavelmente em casa

Home Office: 7 dicas para trabalhar confortavelmente em casa

Cozinhas: 7 dicas para uma decor mais moderna e funcional

A cozinha é sempre o centro das atenções da casa, é um dos lugares mais disputados quando reunimos a família e amigos, todos amam bater papo tomando um vinho enquanto o anfitrião prepara os petiscos, almoço ou jantar. Por isso, o ideal é que o espaço seja aberto e integrado às áreas sociais do habitat.

Planejar o espaço para que não seja apenas o local para preparar as refeições diárias é o primeiro passo, pois além dos alimentos o ambiente também receberá os convidados, que tal usar uma ilha no meio da cozinha? Esse item pode ter dupla função, serve tanto para cozinhar quanto para servir e comer. Um bom projeto é super importante para garantir que tudo fique como o esperado ou melhor.

Confira sete dicas imperdíveis da arquiteta Liliana Zenaro para uma cozinha perfeita e atraente!

1. Móveis Planejados: para uma cozinha mais funcional, escolher móveis feitos sob medida são ideais para aproveitar todos os espaços e deixar alimentos, utensílios e louças mais organizados. Como também encontrar a melhor posição e lugar para a geladeira, pia e fogão, e ainda escolher a altura ideal dos armários e bancadas, tudo isso para facilitar o dia-a-dia;

2. Eletrodomésticos: escolha modelos com design diferenciados e compatíveis com suas habilidades culinárias, pois além de dar um charme extra na decor, eles precisam ter uma utilidade na cozinha;

3. Utensílios: experimente deixá-los pendurados em trilhos perto do fogão ou na bancada, onde os alimentos são preparados, o ideal é que fiquem sempre a mão para facilitar o uso, e de quebra, você terá uma decoração inusitada e cool;

4. Coifa: além de decorar e valorizar o espaço, a coifa é essencial para cozinhas integradas, pois tem a função de absorver melhor a fumaça e o cheiro, e ainda trocar o ar do ambiente interno com o externo;

5. Iluminação: capriche na escolha desse item para garantir um ambiente mais agradável, e ter a luz adequada para o preparo dos alimentos. O uso de sancas invertidas e “rasgos” no forro de gesso, ajudam a criar um ambiente diferente e funcional, além de ser uma solução prática e econômica;

6. Revestimentos: ouse na escolha desse item pois fará toda a diferença na cozinha, o revestimento de pisos e paredes criam ambientes mais modernos, elegantes e cool. Com imensa variedade de formatos, cores e inspirações, os novos revestimentos reproduzem o efeito de ladrilhos hidráulicos, mármore, cimento e até madeira;

7. Acabamentos: procure acabamentos adequados para revestir superfícies que sejam compatíveis com sua função, por exemplo: mármores e limestones são lindos, mas mancham facilmente; já o granito é resistente e duradouro. Materiais industrializados como o quartzo composto e o corian tem uma grande variedade de cores e texturas, além de serem uma tendência, possuem alta resistência a riscos, manchas e impactos;

Cozinhas: 7 dicas para uma decor mais moderna e funcional