Irmãos Campana no MON – Curitiba

Os irmãos Fernando e Humberto Campana ganharam uma exposição inédita idealizada pelo MON (Museu Oscar Niemeyer) em Curitiba, com peças icônicas da trajetória de mais de 30 anos da famosa dupla de designers, que já foram expostas em museus renomados em Nova York (MoMa) e em Paris (Centre Georges Pompidou).

Os irmãos Campana ficaram famosos pelo design de mobiliário com peças inusitadas, eles apresentam um trabalho que transmite a ideia de transformação, reinvenção e integração do artesanato com a produção em massa. Além dos destaques na arquitetura, design de interiores, paisagismo, cenografia e moda.

Humberto e Fernando foram os responsáveis pela criação da cenografia, que teve curadoria de Consuelo Cornelsen e inspiração no formato do olho do museu, os irmãos Campana criaram um ambiente que não só ocupasse mas também dialogasse com a arquitetura do espaço, o Olho.

São cerca de 130 obras dos artistas, com criações desde o início da carreira, como as cadeiras da coleção Desconfortáveis (1989), até os trabalhos mais recentes, como a inédita linha de móveis Assimétrica (2017) produzida pela Tok&Stok. Além das peças queridinhas…como é o caso das poltronas Vermelha (1998), Favela (2003) e Corallo (2003), produzidas pela empresa italiana Edra. Também farão parte da exposição peças representadas por galerias internacionais, incluindo Friedman Brenda Gallery e Firma Casa, assim como outras obras licenciadas por empresas nacionais e internacionais, entre elas Louis Vuitton, Lacoste, Grendene, Alessi, Lasvit e outras mais.

A mostra dos irmãos Campana fortalece a característica do Museu Oscar Niemeyer de trabalhar com design, arquitetura e arte, realmente um trabalho incrível!

Imperdível…inclua já na sua listinha must go de Curitiba!

Exposição Irmãos Campana

Onde: Museu Oscar Niemeyer (MON)

Endereço: Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico, Curitiba / Tel.: (41) 3350 4400

Horário de funcionamento: de ter a dom das 10h às 18h

Quando: de 27 abril à 20 agosto

Quanto: R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia) / gratuita as quartas-feiras / menores de 12 anos e maiores de 60 anos não pagam

Irmãos Campana no MON - Curitiba

Irmãos Campana no MON - Curitiba

Poltrona Favela (2003)

Irmãos Campana no MON - Curitiba

Poltrona Vermelha (1998)

Irmãos Campana no MON - Curitiba

Instituto Inhotim – MG

O Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho/MG, começou a ser idealizado em meados dos anos 80, pelo empresário mineiro Bernardo de Mello Paz, que transformou uma propriedade particular em um dos mais relevantes acervos de arte contemporânea a céu aberto do mundo. Considerado um dos lugares mais lindos e incríveis para se visitar no Brasil, Inhotim é repleto de arte, verde, ar puro e muita energia positiva.

Durante sua visita, além das obras de arte, você ficará impressionado com a beleza surreal e o paisagismo perfeito que explora todas as possibilidades estéticas da incrível coleção botânica, que reúne espécies raras de todos os continentes. A grande diversidade encontrada no Jardim Botânico Inhotim (JBI) faz esse lugar ser único, possuindo a maior coleção em números de espécies de plantas vivas entre os jardins botânicos brasileiros.

O museu onde arte e natureza andam juntas, conta com obras de artistas de diversos países, para a alegria dos apaixonados por arte. Se quiser ter uma ideia do que te espera em Inhotim, sem sair de casa, faça uma visitinha virtual pelos jardins e galerias e confira imagens em alta resolução das obras de arte, através do Google Art Project!

Inclua já na sua listinha must go de Minas…mas antes de marcar sua visita, vale a pena dar uma olhadinha na programação do mês, assim poderá aproveitar ainda mais essa experiência única!

Instituto Inhotim

Endereço: Rua B, 20 – Inhotim, Brumadinho / Tel.: (31) 3571 9700

Horário de Funcionamento:

Parque: ter a sex das 9h30 às 16h39 / sáb, dom e feriado das 9h30 às 17h30

Lojas: ter a sex das 9h30 às 16h30 / sáb, dom e feriado das 9h30 às 18h30

Lanchonetes: ter a sex das 9h30 às 16h / sáb, dom e feriado das 9h30 às 17h

Restaurantes: ter a sex das 12h às 16h / sáb, dom e feriado das 12h às 17h

Instituto Inhotim - MG

Yayoi Kusama – “Narcissus Garden”

Instituto Inhotim - MG

Adriana Varejão – “Celacanto Provoca Maremoto”

Instituto Inhotim - MG

Helio Oiticica – “Magic Square”

Instituto Inhotim - MG

Chris Bürden – “Beam Drop Inhotim”

Instituto Inhotim - MG

Giuseppe Penone – “Elevazione”

Varandas: 7 dicas para criar seu oásis urbano

As varandas vão muito além de um simples espaço externo para quem mora em apartamento, o ambiente é mega desejado e pode se transformar em espaço gourmet, área para receber, cantinho de descanso, área verde e até uma extensão do living.

Na hora de decorar, não se esqueça que o espaço precisa ficar o mais agradável possível, para que você e seus convidados fiquem à vontade em um ambiente aconchegante. Por isso, a escolha dos objetos de decoração, flores, vasos, mesas e cadeiras, poltronas, entre outros itens são super importantes e farão toda a diferença.

Confira sete dicas incríveis da arquiteta Liliana Zenaro, para repaginar sua varanda e transformá-la em um espaço mais convidativo e funcional:

1. Área Gourmet: sonho de consumo de muita gente, esse espaço é perfeito para quem gosta de receber os amigos em torno da mesa de refeições e ficar papeando por longas horas. Se o apartamento já tiver pia e churrasqueira, basta caprichar nos revestimentos e acessórios, os painéis de madeira ou mosaico de pedras naturais são perfeitos para valorizar essas peças e até disfarçar quando não estiverem em uso. Mas se não vier preparado com essa infraestrutura, não se preocupe, pois existem inúmeras soluções de churrasqueiras, cooktops e fornos elétricos para compor um belo espaço para os amantes da gastronomia. E para complementar, não se esqueça do frigobar e adega, que a cada dia surgem modelos com design únicos e cada vez mais descolados;

2. Integração com o living: essa opção já virou tendência e funciona tanto para as áreas grandes com espaços gourmet, quanto para varandas menores, pois acabam aumentando a extensão da sala. Para criar uma unidade visual, remova barreiras como portas e janelas, e use os mesmos revestimentos no piso e nas paredes. Nesse caso, o ideal é fechar a varanda com cortinas de vidro e usar persianas para driblar o sol;

3. Cantinho para relaxar: nada como poder relaxar ao ar livre e tomar um pouco de sol na varanda da sua casa, pode ser em uma rede, espreguiçadeira, futons ou poltronas. O importante é caprichar nos detalhes para deixar esse cantinho ainda mais acolhedor…que tal investir em almofadas, mantas, velas, lanternas e vasos? Usar garden seats como apoio dão um charme adicional e ainda servem como assentos para as visitas;

4. Paisagismo: se a varanda for pequena, invista num jardim vertical, use ripas ou painéis de madeira para forrar uma das paredes e fixar vasos ou jardineiras. Se o espaço permitir, use vasos de tamanhos e alturas diferentes, principalmente nos cantos do ambiente. Combine também plantas mais altas com outras volumosas, criando um visual harmônico. Tenha cuidado ao irrigar as plantas, prefira soluções com coletores de água;

5. Janelas e Persianas: se a sua opção for a integração com o living, o fechamento com vidros e colocação de persianas com filtro solar é super recomendado. Mas se decidir manter a varanda aberta, com cara de quintal, considere essa saída caso o vento, o barulho e a poluição não derem trégua. Você pode recolher as persianas e os vidros quando o dia estiver agradável, e fechá-los somente quando for necessário;

6. Móveis: se a sua varanda não for fechada, escolha móveis e tecidos especiais para área externa, assim você não precisa se preocupar em guardar tudo quando chove ou com o estrago que o excesso de sol pode provocar. Os materiais próprios para suportar sol e chuva, evitam a manutenção constante e mantêm os móveis bonitos por mais tempo;

7. Marcenaria: como sempre, é a melhor solução quando a idéia é aproveitar o espaço ao máximo. Bancos em “L” são ótimas pedidas, assim como prateleiras suspensas para os vasos ou bancadas que viram mesas de refeição. Se a sua varanda acomoda o equipamento de ar-condicionado, você pode criar painéis para disfarça-lo e ainda usa-los como jardim vertical ou como uma horta suspensa com temperos.

Varandas: 7 dicas para criar seu oásis urbano